Calendário

Two moons on the sky1O Calendário de Zael foi criado pelos clérigos de Lexagon, desenvolvidos e estudado de acordo com suas análises Astronomicas, das luas Seleen e Arleen:
São 13 meses de 28 dias + 1 dia de culto aos Deuses. De 4 em 4 anos, há um dia extra, que é o dia da Magia, onde os magos e criaturas mágicas se retiram em reclusão e estudos. A cada dia da Magia, há o alinhamento das Luas de Zael, criando o efeito conhecido como Eclipse Escarlate, em algumas vezes, a Magia se torna inconstante, os portais para o Plano Arcano se abrem, trazendo perigos para Zael. Como exemplo temos, que há cerca de 400 anos Vaezia foi destruída durante um Eclipse Escarlate, o Grande Inverno se iniciou em um Eclipse Escarlate e, mais recentemente, as Naus Demoníacas em Aalb’Ghar surgiram após outro eclipse. Mas também temos que há 3 décadas, o Eclipse Escarlate trouxe os Anões do Ar, e a 15 anos, foi encontrada a Ilha do Fogo e Aço, com suas pirâmides do deus perdido, Eknos.
Meses:
1- Dexa – Homenagem ao Deus Criador de Urth – Dexas
2- Vaxus – Homenagem ao 1º Filho do Rei-Imortal de Urth – Ahl-Vaxus
3- Elmor – Homenagem a Ilha onde o Rei Imortal nasceu – Elmorish
4- Hivas – Mês em homenagem das mulheres – Hivarynia era o nome da 1º esposa do Rei Imortal
5- Zalyus – Mês do respeito aos mortos. Originado da palavra Zal “Adeus” em Urthal
6- Titânis – Homenagem aos Titãs
7- Aex – Homenagem ao Deus novo
8- Krylon – Mês da Guerra, homenagem ao deus Kryxus
9- Xellon – Homenagem aos Magos da Corte Imperial de Urth
10- Oldor – Homenagem as outras raças. Originado da palavra Olderin, que quer dizer “Estrangeiro” em Urthal
11- Gardarus – Homenagem aos guerreiros que defendiam o Império de Urth – Gardarion, quer dizer “capitão” em Urthal
12- Sellytheris – Mês da fartura e comércio, dedicado a palavra Selly, que quer dizer “Fartura”
13- Barzarus – Mês da renovação, nome dedicado ao dragão dourado Barzarath, aliado dos humanos na luta contra o império Urthal

As estações não permanecem em meses específicos, em anos diferentes, elas iniciam em dias diferentes, por isso a importância dos Clérigos e Druidas, responsáveis pela organização da colheita e de outros fatores relativos as estações do ano. As 4 estações se iniciam com festivais, adotados em Vothem, de herança bárbara, as datas são determinadas pelas Igrejas do Conhecimento, e os clérigos se unem nesses dias para louvar aos seus deuses e pedirem clemência ou melhores colheitas.

Sindel – Festival de Verão // Belkan – Festival da Primavera // Lorinae – Festival de Inverno // Vinae – Festival de Outono

Além disso, exitem ainda os dias especiais: Arthora – Festival dos Deuses // Mashta – Festival da Magia

Contagem de anos.
Os Lexagonianos, estimam que todo período da Era dos Imortais (Criação de Zael com a guerra entre Antigos, O Criador, os Primeiros, Titãs e Wyrms) seja imensurável, mas certamente termina com o sono dos Wyrms – Ano 1. Após isso, se inicia o que é chamado de Novo Ciclo pelos mesmos (chamamos vulgarmente de Era dos Mortais). No Novo Ciclo, os períodos são contados em eras, cada era ocupa 120 anos (é o período em que cada estrela das constelações regentes élficas leva para surgir no horizonte e se deitar novamente e o tempo que um elfo leva para se tornar “totalmente” adulto), segundo as seguinte configuração:

Ano 1 – 120 – Era do Crânio
121 – 241 – Era da Coroa
242 – 362 – Era da Pena
363 – 483 – Era do Martelo
484 – 604 – Era do Olho
605 – 725 – Era da Espada – <atual>
726 – 846 – Era do Dragão
847 – 967 – Era do Coração

Assim, a contagem da primeira Era, se iniciou no Sono dos Dragões, que iniciou o Ano 1 da Era dos Crânios. Essas eras são contadas em 12 décadas, por isso, quando dizem o ano, dizemos que estamos no 9º ano da 10º Década da Era da Espada, ou Ano 694 dos Mortais (forma vulgar e simplificada usada pelas pessoas mais simples e não letradas), ou ainda há quem diga que estamos no ano 1654 da Criação (Termo utilizado apenas em Urth, caiu em desuso com a Queda de Vaezia no Eclipse Escarlate do 2º Ano da 1ª Década da Era da Pena – 243 EM).

Os Lexagonianos, para não escreverem por extenso toda a identificação do ano, escrevem-na em números, conforme a seguinte configuração: dia | semana sobre mês | ano.
exemplo:
5|2 (5º dia da 2ª semana)
11|9 (11º mês do 9º ano)
Em seguida escrevem o nome da era ao lado ex: “Era da Espada”

O Mês também pode ser informado pela inicial de seu nome – Essa forma, que é a mais comum, é usada principalmente para transações comerciais, assim como na forma coloquial acima, a Era é descrita ao lado da data.
Ex:
Suponhamos que estamos no 5º dia da 2º semana do 11º mês (Krylon) do 9º ano da Era da Espada.
Pode ser escrito: “5-2K-9 – Era da Espada”

Calendário

Zaev, Magia, Glória & Sangue Xaal