Geografia de Zaev

Zael / Zaev possui 3 amplos continentes (Vothen, As Terras Altas – Planalta, As Terras Antigas e Tarratorian, O Continente das Bestas), e 1 continente formado por dezenas de ilhas (Aalb´Ghar – O Arquipélago Fantasma). O mundo possui 2 luas, Seleen, a Prateada e Arleen, a Rubra, Sendo Seleen uma lua grande, padrão e Arleen um satélite menor, da própria Seleen, avermelhado e as vezes até invísivel… De tempos em tempos, essas luas se alinham, criando o chamado Eclipse Escarlate. Essa data é tida como um dia terrível, onde a Magia se torna totalmente incontrolável, os portais entre Austra, O Plano da Magia e Zael se abrem e o Caos se instaura no mundo. São 8 Grandes Mares: Mar dos Cristais – Mar Brilhante – Mar dos Reis Dragões – Mar das Almas – Mar de Sangue – Mar Distante – Mar Noturno – Mas dos Deuses Mortos

Continentes: Vothen “O Continente Central” ou “As Terras Altas”, vai da cordilheira de Drakhagar, O Império de Aço, ao Leste, até SØn-Kelth, Floresta do Sol ao Oeste. No Norte faz divisa do Reino dos dragões de prata, Bahamoria, e com o Mar dos Cristais que leva as terras gélidas, e as Ilhas-Tundras, no Sul, seu pontos mais longinquos são a cidade Élfica de Horizonte Distante, na ponta da Peninsula do Mar Brilhante e as ilhas do Rei Kraken, no meio do Mar Brilhante.

Continentes: Planalta
As Terras Antigas são um largo cotinente, separado de Vothen pelo Mar Brilhante e pelo Deserto das Areias Cortantes. Suas Origens estão no Império de Urth, outrora o maior reino de todos, que colonizou diversas terras em Vothen, até a morte de seu Rei-Eterno, Sahmus Alk-Raddhor. Após isso, o Cisma dos seus sacerdotes iniciou guerras internas e seu território foi sendo diminuido e hoje o continente possui 3 grandes reinos. a Urth restou a divisa Norte, com o Mar Brilhante, enquanto a Sul e Leste, o Reino dos Centauros, Exan faz divisa com o Mar de Sangue e o Deserto das Areias Cortantes. E do lado Oeste do continente, o pequeno porém poderoso Reino de Morylan faz divisa com a costa leste do Mar de Sangue. Entre esses 3 reinos, jaz em um imenso deserto de areias negras e ruínas mágicas, o outrora glorioso reino de Vaezia, sucumbido pela disputa entre seus antigos Reis-Magos…

Continente: Tarratorian
“O Continente das Bestas”, ou “As Terras dos Dragões Mortos”, é um continente tão grande quanto Planalta, localizada ao Sudeste desse mesmo continente. Pouco conhecido, lendas contam que sua formação é devida a queda do primeiro Wyrm dos Dragões Vermelhos Darrazadrin em Zael. Seu corpo teria formado o continente, e de suas entranhas teriam surgido as raças que ali vivem.

O Apelido de Continente das Bestas não é por acaso. Inicalmente inabitado por humanos, os principais reinos da região são: 1- Zaldraxys, uma cidade-estado draconica encrustada nas montanhas da região conhecida como Portão do Abismo, uma imensidão de montanhas e vulcões ativos, por onde rios de lava rasgam caminhos enquanto nuvens de enxofre e cinzas são expelidas pelos topos de seus cumes. 2 – Ellerias, outra cidade-estado, localizada ao sul da ilha e construída por minotauros guerreiros, onde a honra está sempre na ponta da espada, Ellerias é conhecida por sua belissíma arquitetura em pedra branca, em uma região elevada por onde os minotauros podem proteger suas férteis terras dos Draconianos de Zaldraxys, embora honrados, os minotauros de Ellerias são conhecidos por sua intolerância a outras raças e seu prazer sádico em colocar seus presos em jogos de arena e tortura.
3 – Falconia – Há pouco tempo alguns navegantes resolveram se fixar na região de Sangryr, uma grande região de charcos e pântanos, limitrofe por toda a costa norte e oeste do continente. Marinheiros perdidos fundaram uma vila chamada Porto Noturno, que logo se tornou lendária para aventureiros que zarpavam para Tarratoria. em seguida foi fundada uma outra cidade, Falconia, localizada em uma antiga cidade dos homens insetos thri-keen, que foram dizimados pelos conquistadores humanos. A cidade fica em um local onde insetos atrozes e rios envenenados mantem a maioria das criaturas vivas longe e é tida pelos clérigos do bem, como a capital dos clérigos negros e dizem, é lá que reside o sumo sacerdote de Xaal, mas nenhum paladino conseguiu chegar até lá.No meio do continente, após as montanhas de Portão do Abismo, erguem-se 5 picos que alcançam as nuvens. Os Dedos de Darrazadrin formam um pequeno cinturão em torno de uma região elevada do nível do mar, um deserto de sal, chamado de Vastidão Branca, onde, dizem, se ergue a cidade de Gaalshalir, a última fortaleza dos Efrite, expulsos pelos Draconianos de suas terras no Abismo em uma guerra antiga. Dizem também que abaixo dessas montanhas um imenso labirinto subterrâneo esconde ruínas do que já foi uma cidade dos Antigos. Hoje habitada por Illithides, uma raça tão antiga quanto os antigos moradores, poucos são os que conhecem seus interiores, mas muitas lendas aterrorizantes são sussurradas sobre essa região.

Ao sudoeste da ilha, uma peninsula separada do restante do continente pelo imenso Rio dos Titãs, surge o quarto reino, o reino de Marfínia. Também reino não-humano, hoje já é habitado por diversos humanos que lá embarcaram, Marfínia é um reino pacífico, de terras férteis, e savanas selvagens, seu nome advém do marfim que é retirado dos gigantescos elefantes da região.
Sua sociedade é ordenada em castas, que por sua vez são baseadas nas raças habitantes do local. Os clérigos e governantes de seu reino são criaturas humanóides feita de cristal e com poderosos poderes psíquicos (Shardminds), os Guerreiros e Construtores são homens-rinocerontes (Rhynos) os magos, mulheres cobras, que nunca mostram seus rostos (Nagahs), aos homens-cobra restam serviços básicos, o comércio e a classe mais baixa.
Ao extremo sul do continente, em divisa com Marfínia há uma região onde rios caudalosos desembocam em imensos canions até o nível do mar.Conhecida como Olbbitar, que em marfínico, quer dizer “Terra das Montanhas que voam”. esses canions mais parecem com pedaços de terra arrancados do chão, e o são! Lá, os pedaços de terras se desprendem do nível do mar e levantam vôo lentamente para além das nuvens, se unindo novamente no ar, formando ilhas voadoras.
É comum que nuvens se acumulem na parte inferior das terras soltas, escondendo o tamanho real das ilhas flutuantes. Embora desabitada, e de terras poucos férteis, Olbbitar é uma região descrita pelos bardos como belíssima. E tal como no Vale do Sonhar, é comum que se tenham sonho com essa região, e arvores de fruto-do-sonhar também são encontradas nessa região.

Aalb´Ghar – Idiomas no Continente Aalb´Gar

Geografia de Zaev

Zaev, Magia, Glória & Sangue Xaal